fbpx

Categoria: Blog

O que é Lean Seis Sigma?

Marcelo Toledo • 15/10/2019 • 2 anos atrás

É engraçado como algo como o Lean Seis Sigma, que é construído sobre o argumento de redução de desperdício e variação, pode causar tanto desperdício de tempo entre muitos especialistas que têm uma grande variabilidade na forma de como eles o definem. Obviamente que não sou dono da verdade, mas aqui vai como visualizo esses conceitos após anos de prática e aprendizado.

 

  • Lean. Uma filosofia (ou seja, não uma metodologia, mas mais uma crença ou maneira de pensar) focada em melhorar a eficiência, como por exemplo, custo, fluxo e pontualidade.

 

  • Seis Sigma. Há na verdade duas formas de definir isso:

 

    • Como medida, o Seis Sigma refere-se ao número de desvios padrão entre a média e o limite de especificação inferior ou superior de um cliente. Normalmente busca-se reduzir a variação para que o processo produza apenas 3,4 defeitos por milhão de oportunidades, ou seja, 99,9996602% de conformidade.
    • Como metodologia, o Seis Sigma é mais comumente executado usando a metodologia DMAIC, que é um acrônimo representando 5 diferentes fases tipicamente focadas na melhoria da eficácia (por exemplo, qualidade, exatidão) de uma saída de um processo.

 

    • Lean Seis Sigma. Esse termo refere-se a mistura das ferramentas e conceitos da filosofia Lean e metodologia Seis Sigma, a fim de produzir uma abordagem mais holística (ampla) para a melhoria do processo.

 

O OBJETIVO FINAL DO LEAN SEIS SIGMA NÃO É REDUZIR DESPERDÍCIOS E VARIAÇÃO

 

Muitas pessoas (incluindo especialistas) irão afirmar que o objetivo do Lean é reduzir os desperdícios e a finalidade do Seis Sigma é reduzir a variação.

 

Mas é a mesma coisa que dizer que o propósito de um serrote é serrar um caibro. Enquanto isso é tecnicamente verdadeiro, a real finalidade do serrote é realizar o propósito do carpinteiro, que poderia ser construir um telhado.

 

Eu acho que isso confunde o “meio” com o “fim”, onde o “meio” estar serrando o caibro, por si só não tem sentido sem o “fim”, ou seja, a construção do telhado.

 

Da mesma forma que, reduzir o desperdício para o Lean e variação para o Seis Sigma são apenas o “meio”. Eles definem o propósito técnico sem correlacioná-los com o propósito ideal de usá-los.

 

São meramente ferramentas que, como um serrote para um carpinteiro hábil, são tão eficazes quanto aquele que as utiliza.

 

Até que façamos essa distinção clara, nunca conseguiremos realizar plenamente o “fim”.

 

QUAL É O “FIM” DO LEAN SEIS SIGMA?

 

O objetivo final para o Lean Seis Sigma é fazer o negócio ser bem-sucedido, principalmente pela melhora do desempenho financeiro¹. Sim, tudo se resume principalmente ao dinheiro!!!

 

Todas as organizações, inclusive organizações sem fins lucrativos, devem ter dinheiro para sobreviver.

 

Não importa o quão altruístas são os produtos, serviços ou metas de uma organização, como seus clientes estão satisfeitos, nem como eles são amados no mercado, sem um valor financeiro positivo (por exemplo, dinheiro, ativos, etc.) a organização não será capaz de sobreviver por muito tempo¹.

 

 

 COMO O “MEIO” DO LEAN SEIS SIGMA SE ENCAIXA NISSO?

 

Ao reduzir o desperdício em um processo, o Lean pode ajudar um negócio a ser mais eficiente, o que normalmente é medido por um fluxo e produtividade melhorados (para pessoas, máquinas ou equipamentos)¹.

 

Da mesma forma, reduzindo a variação na saída de um processo, o Seis Sigma pode ajudar uma empresa a ser mais eficaz, o que normalmente é medido pela melhoria da qualidade e precisão para atender às necessidades do cliente e pela redução de produtos não conformes¹.

 

O LEAN SEIS SIGMA NÃO IRÁ FUNCIONAR SE NÃO FOCARMOS NO “FIM”

 

Não faz sentido, gastarmos tempo e recursos para trabalhar em um projeto que não produza nenhuma melhoria mensurável de volta a organização.

 

Se a ideia é a sua promoção pessoal ou política, me faça um favor e não use a bandeira do Lean Seis Sigma para isso.

 

Referências

 

  1. Lean Six Sigma the StatStuff Way: A practical Reference Guide for Lean Six Sigma/Matt Hansen – 2013.


Deixe seu comentário
© 2018 Lean Six Sigma Brasil. Todos Direitos reservados.
Desenvolvido por WF Multimídia