fbpx

Categoria: Blog

Estratégia Gerencial para Melhoria de Processos

Marcelo Toledo • 27/11/2019 • 2 anos atrás

A globalização da economia mundial é também fator determinante para a busca constante de aumento de produtividade e redução de custo¹.

 

Os mercados estão cada vez mais abertos e a concorrência de países emergentes gera a necessidade de as empresas tornarem seus processos mais eficientes para assegurar sua sobrevivência e crescimento no mercado¹.

 

Dessa forma, a utilização eficiente dos recursos da produção auxilia a empresa a se manter competitiva no mercado em que atua reduzindo seus custos de fabricação¹.

 

Todas as operações, não importa quão bem gerenciadas sejam, podem ser melhoradas.

 

PRIORIDADES DE MELHORIA

 

Basicamente há duas importantes influências na maneira com que a empresa decide qual objetivo de desempenho requer atenção particular².

 

  1. Necessidades e preferências de consumidores;

 

  1. Desempenho e atividades dos concorrentes.

 

Como o propósito fundamental de operações é criar produtos e serviços que atendam às necessidades dos consumidores, as empresas deveriam se importar com o que os consumidores se importam².

 

Se os consumidores para um serviço ou produto se importam mais com a durabilidade do que com o tempo de entrega, então é para isso que a empresa deveria convergir seus esforços de melhoria.

 

Já os concorrentes determinam o nível de desempenho a ser atingido. Normalmente os concorrentes são referências para comparação em relação ao desempenho².

 

Em suma, as necessidades e preferências do consumidores, assim como o desempenho precisam ser ponderados em conjunto antes da priorização de qualquer melhoria.

 

ABORDAGENS PARA MELHORIA DE PROCESSOS

 

Após determinar a prioridade de melhoria a empresa precisa considerar a abordagem ou estratégia que pretende utilizar para executar o processo de melhoria.

 

Tipicamente são usadas duas abordagens de melhoria²:

 

  1. Melhoria baseada em inovação;

 

  1. Melhoria contínua.

 

A estratégia baseada em inovação considera que o principal meio para melhoria é uma mudança grande e significativa na maneira como a empresa trabalha. Por exemplo, a instalação de um novo equipamento, novas tecnologias, grandes automações, etc.

 

Normalmente essas melhorias causam impactos repentinos e representam um degrau de mudança na prática, além de geralmente demandarem grandes investimentos.

 

Por outro lado, a estratégia de melhoria contínua adota a abordagem de sucessivos incrementos de melhoria, como os implementados pela metodologia Lean Seis Sigma.

 

Abordagens para melhoria de processos.jpg

 

POR QUE LEAN SEIS SIGMA?

 

O conceito de melhoria contínua implica literalmente processo sem fim, questionar repetitivamente e questionar novamente sobre a forma como os processos são realizados².

 

As organizações de sucesso possuem métodos padronizados e ferramentas desenvolvidas para melhorar suas saídas e valer-se das oportunidades que gerarão ganhos financeiros significativos³.

 

As empresas que implantaram a metodologia Lean Seis Sigma em seus negócios demonstram impactos expressivos em qualidade e competitividade, com ganhos financeiros relevantes. Tendo essa metodologia se mostrado uma estratégia gerencial para melhoria de processos extremamente eficiente.

 

O QUE AS COMPANHIAS DE SUCESSO ENTENDERAM?

 

As companhias de sucesso entenderam a importância de imprimir velocidade e reduzir o lead time de seus processos eliminando interrupções de qualquer tipo, fazendo com que o fluxo de valor siga suave e continuamente até o consumidor. Além disso, atuam fortemente na redução e no controle da variação de seus processos como forma de redução de falhas.

 

Ao abordar a variabilidade, o Lean Seis Sigma obtém resultados dificilmente obtidos com o uso de outras metodologias de melhoria contínua. Esses resultados frequentemente são apresentados em artigos de publicações internacionais (revistas e jornais) e em inúmeros artigos acadêmicos que apresentam estudos de caso da aplicação do Lean Seis Sigma nas mais variadas áreas.

 

O Lean Seis Sigma conta com a estatística para mensurar e controlar a variabilidade, porém as ferramentas e técnicas utilizadas não são novas, são as mesmas usadas pelos sistemas da qualidade a anos.

 

O que faz a diferença é a forma estruturada com que as ferramentas são utilizadas, tornando o Lean Seis Sigma uma estratégia abrangente, poderosa e eficaz, adequada para a solução de todos os tipos de problemas relacionados à melhoria de processos e produtos4.

 

MÉTRICAS FINANCEIRAS RELACIONADA AS ATIVIDADES DO DIA A DIA

 

Dessa forma, quando o Lean Seis Sigma é adotado como uma estratégia de negócio, os projetos de melhoria e os resultados a serem alcançados são determinados a partir de métricas financeiras alinhadas ao planejamento estratégico da empresa³.

 

Imagem de Myriam Zilles por Pixabay

 

Isso faz com que haja benefícios para todos os envolvidos. A empresa se beneficia financeiramente e com a melhoria da qualidade, os clientes também com melhores produtos e serviços e os empregados aumentam sua empregabilidade, moral, autoestima e o nível de conhecimento com o aprendizado da metodologia5. Todos esses benefícios fazem do Lean Seis Sigma uma ótima estratégia gerencial para melhoria de processos.

 

Referências

 

  1. LIKER, J. K.; MEIER, D. The Toyota Way Fieldbook: A practical guide for implementing Toyota’s 4ps. New York, USA: McGraw-Hill, 2007.
  2. SLACK, N.; CHAMBERS, S.; JOHNSTON, R. Administração da Produção. 3ed. São Paulo: Atlas, 2009.
  3. ROTONDARO, R. G. Visão Geral. ROTONDARO, R. G. (Org.) Seis Sigma estratégia gerencial para a melhoria dos processos, produtos e serviços. São Paulo: Atlas, 2002.
  4. WERKEMA. C. Criando a cultura Lean Seis Sigma. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.
  5. BRUE. G; HOWES.R. Six Sigma. The McGraw Hill 36-Hour Course. New York, USA: McGraw-Hill, 2006.


Deixe seu comentário
© 2018 Lean Six Sigma Brasil. Todos Direitos reservados.
Desenvolvido por WF Multimídia